Paramount recebe crítica de site em Star Trek 3

Site Badass critica Paramount sobre Star Trek 3

 .

pine preocupadoO site Badass Digest, por meio do seu editor Devin Faraci, voltou a criticar o caminho que está seguindo a Paramount com relação a produção do próximo longa-metragem de Star Trek. De acordo com o Badass, uma das principais razões para Orci ser destituído de suas funções de direção foi porque a Paramount estar exigindo que Star Trek 3 parecesse mais como Os Guardiães da Galáxia.

Devin Faraci é um escritor pouco expressivo e construiu sua reputação mais como uma voz forte, e por vezes intransigente e ácida em suas críticas de cinema. Como fã tradicional de Jornada, Devin nunca viu com bons olhos a reinicialização por J.J. Abrams. E agora muito mais com o comando nas mãos de Roberto Orci. Mas ele tem também suas críticas quanto ao que pensa a Paramount em relação a franquia.

“Não há como voltar atrás. Aparentemente, o estúdio pensa que Star Trek 3 poderia se beneficiar seguindo a cartilha da Marvel quando se trata de criaturas estranhas e incomuns”, disse Faraci em seu artigo.

Na opinião de Devin, “Eles querem que o terceiro filme seja grandioso, e querem que ele seja incrível fora dos EUA, especialmente. Eles olham para Rocket e Groot (personagens de Os Guardiães) e então olham para Keenser e se perguntam por que não tem mais de um papel assim”.

Comentando sobre a saída de Orci na direção, disse. “Como eu falei, ouvi dizer que Orci ficou fora do filme em tudo, mas ele foi ao TrekMovie  e negou isso. Vamos ver”, disse Devin acrescentando, “Eu conversei com algumas pessoas e tenho ouvido duas narrativas diferentes sobre o que aconteceu no últimos dias: uma delas é que ele se demitiu porque as notas da Paramount em seu roteiro foram insustentáveis e a outra versão era que a Paramount interrompeu a produção há um mês e passou o tempo conversando com outros cineastas antes de tomar oficialmente a decisão de tirar Orci do projeto. Edgar Wright foi oferecido para dirigir, mas eu estou supondo que a sua experiência com O Homem Formiga  não o fez disposto a pegar filme inacabado de outra pessoa”.

“Talvez ambas as narrativas sejam verdadeiras. Gostaria de saber se Paramount basicamente forçou Orci a sair. Se ele decidiu largar foi uma surpresa para muitos membros de sua equipe de pré-produção. Mas o que teria feito ele parar? Qual foi a fonte da discórdia entre Orci e Paramount?”, indagou.

Quanto as lista de diretores comentou. “Qual a probabilidade de qualquer um desses nomes na lista se tornar diretor? Jones levou mensagem para o Twitter dizendo que esta foi a primeira vez que ele ouviu falar nisso, e embora lisonjeado ele está muito ocupado com Warcraft”

“O site Deadline acha que Wyatt é o favorito, com The Gambler e sua experiência em  Planeta dos Macacos: A Origem, bem como o cara certo para fazer um filme scifi inteligente. Espero que isso seja verdade. Eu acho que muitos desses nomes – como Justin Lin – são nomes na lista de desejos, não pessoas reais na disputa para o trabalho”, assinalou.

Mas Devin não é contrário a usarem aspectos de outros filmes em uma produção de Jornada, “Estranhamente, eu acho que poderiam usar aspectos de Os Guardiães como um modelo para um  filme de Jornada. O que fez dar certo esse trabalho (da Marvel) no cinema foi a maneira do humor e caracterização fundidas com a ação forte e grande, e idéias divertidas. A tripulação da Enterprise não é de heróis galácticos, mas muitas das melhores histórias de Jornada tem uns e outros desses aspectos. É claro que eu tenho certeza que não é isso que a Paramount pretende quando eles usam Os Guardiães como uma referência. Ainda assim, este pode ser o momento de chegar com Harry Mudd na tela”.

Para Devin, Orci e a Bad Robot são os responsáveis por todo esse clima sombrio em torno da produção do filme. “Se é por isso que Orci saiu, ficarei decepcionado com ele. Se o estúdio está pressionando para fazerem um filme que eles sentem que não será propriamente de Jornada (e esse é o cara que escreveu Além da Escuridão,um dos filmes menos sobre Jornada já feito), abandonar o caminho é o certo a seguir? Por que não ficar e lutar uma boa briga com o estúdio? Orci disse que ele ainda vai estar envolvido, mas, considerando a situação atual do filme é tudo culpa dele – um ano atrás, ele se colocou como um obstáculo para novos diretores vindo a bordo, suas brigas com o estúdio deixou o filme sem roteiro, e muito atrasado no processo – Eu me pergunto o quão feliz a Paramount está em ter sua intromissão? É claro que muito disso se resume na Bad Robot, que ainda está produzindo o filme, por isso, talvez a Paramount tenha tanto a dizer. Também é difícil imaginar um cara que não tenha nenhuma experiência de direção recebendo uma oportunidade de dirigir este filme – o filme do 50º aniversário para uma franquia que ele diz amar – e apenas ir embora assim”.

Por fim, Devin mostra preocupação com o futuro desse projeto, “Eu não vou mentir: não sei como me sinto neste momento. Todo o processo parece um pouco ferrado, e o tempo não está do lado do filme agora. Eu não acho que  Star Trek 3 tenha uma data de lançamento oficial, mas isso simplesmente tem que ser em dezembro, se eles estão começando do zero neste momento. Alguns dos nomes nessa lista da Paramount me assusta – Eu gosto de Justin Lin, mas ele não é o cara para este filme. Wyatt é, sem dúvida, a melhor escolha, e embora eu duvido que seu The Gambler vá fazer uma boa bilheteria, mas é bom senso para ele vir para um filme que, pelo menos, tem uma chance de ser um grande sucesso”.

O que você acha disso? 

Fonte: badassdigest.com – ComicBookMovie – TB

Paramount aguarda em 5 diretores

Paramount tem 5 diretores em vista no lugar de Orci

 .

star-trek3De acordo com o site Deadline, a Paramount Pictures e a empresa Bad Robot estão de olho em cinco principais diretores para substituírem Roberto Orci (que continuará como produtor) na direção do próximo filme de Star Trek. Saiba quem são os candidatos.

Este é o cargo de direção mais quente do momento. De acordo com o site, o estúdio está correndo atrás e já se reuniu com Rupert Wyatt, que dirigiu Planeta dos Macacos: A Origem, e o novo remake The Gambler com Mark Wahlberg, para a Paramount.

Ele parece estar no topo desta lista, mas tem companhia. Morten Tyldum, diretor do filme Jogo da Imitação (interpretado por Benedict Cumberbatch), também está cotado em uma lista que dispõe de Daniel Espinosa, diretor de Protegendo o Inimigo e Criança 44, com Tom Hardy; Justin Lin, diretor de quatro filmes da franquia Velozes e Furiosos e Duncan Jones, diretor do scifi Contra o Tempo.

Mas, não basta apenas escolher. Há uma grande quantidade de variáveis neste processo, incluindo conflitos de agenda, e esta lista pode não ser uma lista definitiva.

Por exemplo, Espinosa é esperado dirigir Boston Strong, o filme sobre o atentado na Maratona de Boston em 2013 e a caçada aos terroristas.

Duncan Jones está trabalhando em Warcraft, um enorme esforço da Legendary Pictures, baseado num famoso vídeo game.

Aguarde por mais novidades.

Fonte: TB (TrekBrasilis)

Frakes quer dirigir Star Trek 3

Frakes quer dirigir Star Trek 3

 .

frakesUm veterano ator e diretor de Jornada diz que está disposto a entrar em cena para assumir o comando da terceira sequência de Star Trek,  já que a Paramount Pictures procura por um novo diretor para o filme, que será lançado, à princípio, em 2016. Numa entrevista a radio Komo News, Frakes falou sobre o assunto.

Frakes assegurou aos fãs da campanha “BringInRiker!” que ele “está trabalhando nisso”.

“Eu adoraria o trabalho”, disse o diretor acrescentando. “Eu estou tentando manter o controle sobre minha animação com a possibilidade, sabendo que é uma aposta arriscada. Mas não há nada que eu gostaria mais”.

De acordo com Frakes, ele entrou em contato com a Paramount para expressar seu interesse e está à espera de sua resposta. Tendo inúmeros episódios dirigidos de A Nova Geração, Voyager e Deep Space Nine, Frakes também foi responsável por dirigir Star Trek Primeiro Contato e Star Trek Insurreição.

Segundo rumores, Edgar Wright e Joe Cornish estão sendo cogitados também para o trabalho.

Fonte: TB

Orci não seria o diretor do próximo Star Trek?

Star Trek 3: Orci responde aos rumores

 .

orci ST3Desde que foi noticiado, na semana passada, que Roberto Orci não seria o diretor do próximo Star Trek, tem havido muita confusão, especulação e desinformação sobre a continuação de Orci nesta produção, bem como quanto ao futuro da franquia no cinema. Recentemente, Orci tem aparecido nas redes sociais, tentando trazer algum esclarecimento, usando comentários no site TrekMovie, Twitter, e em outros lugares. Veja o que ele tem dito, até o momento.

Esta semana teve um turbilhão de rumores e especulações sobre o próximo filme. Nos últimos dias, Roberto Orci (que já saiu de cena como diretor, mas ainda é o produtor) levou para o Twitter algumas mensagens tentando explicar, pelo menos, um dos rumores.

@ BillPeters30 : Há um boato que circula por aí dizendo que a Paramount está abandonando Trek 3, você pode acabar com esse rumor?  “Sim! Eles se preocupam com Jornada!”

 

Sobre o roteiro e viagens no tempo

Orci também tem respondido a alguns rumores específicos provenientes do site Badass Digest, que postou uma história (por Devin Faraci) que afirmava ser o enredo envolvido com viagens no tempo.

boborci – 06 de dezembro de 2014 “nenhuma viagem no tempo foi considerada”.

 

Orci continua na produção?

Faraci (via sua conta no Twitter) também afirma que Orci perdeu o controle criativo do filme.

Não se alegre rápido (por sua saída como diretor). Ele ainda está na mesma posição de causar prejuízo como fez nos dois primeiros filmes. Isso muda pouco.

Não, ele não está (como roteirista). Ele já era, seu roteiro já era, ele tem um crédito de produtor, mas não vai fazer nada.

Orci respondeu diretamente a esta questão, numa seção de comentários no Trek Movie e falou sobre seu envolvimento.

boborci – 06 de dezembro de 2014  “Eu continuarei muito envolvido”

boborci – 06 de dezembro de 2014  “De forma alguma (desanimado). Ainda animado por fazer Trek 3! E, na hora certa, vamos encontrar o diretor certo!”

Recentemente, Orci novamente desmentiu uma notícia do Badass em resposta a uma pergunta no TrekMovie.

Jack 56 – 11 dez 2014

… Faraci diz que você lutou contra Cornish/Wright (para ser o diretor). É verdade?

boborci – 12 dez 2014

56. Não é verdade! Eu não lutei contra ninguém!

 

Sobre J.J. Abrams retornar à direção

Também tem havido especulações de que J.J. Abrams vai largar seu compromisso com Star Wars e chegar para socorrer seu colega. Esta parece ser uma outra falácia, ecoado por Orci quando o assunto veio à tona.

boborci – 7 de dezembro de 2014499  “Estou muito animado para ver o que J.J. fará no próximo ano com Star Wars em pós-produção.

 

Nota do Trek Movie: Star Wars: O Despertar da Força só recentemente começou a pós-produção, e já que o filme tem lançamento previsto para quase exatamente um ano a partir de agora, é muito provável que Abrams e seus colegas estarão fazendo ajustes no filme até o último segundo possível, o que tornaria J.J. impedido de dirigir um outro filme de Jornada, que ao que sabemos, está destinado a um lançamento no verão de 2016.

 

Orci fala de ‘cadeiras maiores’

A próxima especulação refere-se a cadeira do diretor. Orci respondeu a um post no TrekMovie com uma resposta enigmática que pode ser interpretada de várias maneiras:

428. OneBuckFilms – 7 de dezembro de 2014 @ boborci,Você parece ter esquecido o conselho de Kirk para Picard: “Não deixe que eles façam qualquer coisa para levá-lo desta cadeira. Porque enquanto você estiver lá, você pode fazer a diferença”.

Eu espero que você ainda possa estar fortemente envolvido no escritório do Almirante, e eu espero que você tenha um grande diretor, que pode nos leve para onde nenhum homem jamais esteve.

444. Boborci – 7 de dezembro, 2014

428. Não esqueci. Pelo contrário, tido em conta na decisão. Há cadeiras maiores a considerar.

Em outro ponto, Orci mantem o mistério sobre a cadeira do diretor.

@ timothydixon3 : @ ChrisDoohan @ realboborci eu estou meio aliviado. Quem estará dirigindo? ” Eu e o resto dos produtores temos que descobrir isso!”

Quanto ao nome de Jonathan Frakes ventilado na internet para ser o próximo diretor, Orci opinou.

: ? Você consideraria Frakes para direção? “Eu sou um grande fã!”

Kirk volta ao espaço

Kirk retorna ao espaço pela Orion

 .

orion teste kirkA ficção e a ciência estarão juntas novamente, quando a nave Orion – próxima geração de naves espaciais da NASA – fizer seu primeiro vôo de teste. A NASA, em homenagem aos clássicos scifi e aventura que tanto incentivaram jovens a acreditarem na aventura espacial americana, vai levar para o espaço um elenco de figuras colecionáveis de antigas séries, bem como artefatos históricos. O boneco do Capitão Kirk (na figura de William Shatner) está presente.

Além do velho capitão da Enterprise, Homem de Ferro e parte de um fóssio do Tyrannosaurus rex doado pelo Museu da Ciência de Denver  estarão em órbita em torno da Terra como parte da “tripulação”. A nave também vai levar uma amostra de solo da Lua, uma mangueira de oxigênio de uma missão espacial Apollo.

O diretor Jon Favreau ofereceu um Iron Man challenge coin, enquanto a atriz do filme “De Volta Pra oFuturo”, Claudia Wells, assinou fotos do elenco e um modelo de máquina do tempo Delorean.

Mayim Bialik, de The Big Bang Theory, também deu fotos de seus antepassados.Uma coleção de broches, medalhas e obras de arte também estão nos armários Orion.

Em um comunicado em seu site, a Nasa disse: “Juntos, os artefatos traçam o progresso da humanidade e do avanço tecnológico de como a nação dará um passo crítico para a frente na viagem a Marte.”

William Shatner é um entusiasta da exploração espacial e forneceu uma figura na caixa do “Capitão Kirk no seu traje espacial”.

“William Shatner está entusiasmado para enviar Kirk de volta ao espaço e apoiado pela Orion, ao inspirar as futuras gerações sobre a viagem espacial,” vice-presidente da EIC, Skylar Jackson

Orion vai “voar quinze vezes mais longe do que a Estação Espacial Internacionalantes de despencar de volta à Terra para testar seu escudo térmico, o que seria experimentar se estivesse retornando da lua. Depois da re-entrada, a Orion irá abrir os pára-quedas e, em seguida, mergulhar no Oceano Pacífico, onde será recuperada pela Marinha”, disse o porta-voz da NASA.

O lançamento inicial, marcado para o dia 4 de dezembro, devido as condições do tempo, foi adiado para esta sexta-feira. Boa sorte a Orion.

Fonte: Star Trek.com – TB

Shatner em Haven

Shatner terá participação no seriado Haven

 .

ShatnerHavenO seriado Haven é baseado no conto de Stephen King, The Kid Colorado, e situa-se na ficcional cidade de Haven, em Maine, onde é palco de estranhos e perigosos fenômenos sobrenaturais investigados pela agente do FBI Audrey Parker (Emily Rose). O veterano ator William Shatner vai aparecer em um arco de quatro episódios. De acordo com o Deadline, ele vai fazer “um personagem central que tem o potencial de afetar para sempre o destino da cidade de Haven e seus problemáticos moradores”. Atualmente a série está em sua quinta temporada. Shatner aparecerá na segunda metade da quinta temporada, no próximo ano. A série passa no Brasil no Syfy Channel.

Fonte: Deadline – TrekToday – TB

Missão espacial prepara aterrissagem inédita de sonda em cometa

Missão espacial prepara aterrissagem inédito de sonda em cometa

Módulo de exploração Philae vai se separar da sonda espacial Rosetta e tentará pouso inédito no cometa nesta quarta-feira

FFESP (Facebook) |  11 de novembro de 2014 

.

Nessa madrugada os cientistas europeus farão a tentativa de aterrissar uma sonda sobre a superfície de um cometa, o clímax de um projeto que já dura uma década e busca desvendar alguns dos segredos do universo.

Na terça-feira à noite, a equipe da Agência Espacial Europeia decidirá se vai aprovar o envio da da espaçonave Rosetta para pousar no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko.

Os cometas – corpos celestiais compostos de poeira, gelo e moléculas complexas – são os primórdios do nascimento de nosso sistema solar de 4,6 bilhões de anos. A missão da sonda é juntar amostras do cometa para analisar o desenvolvimento da Terra e de outros planetas.

“É basicamente uma máquina do tempo que contém pistas da composição do sistema solar”, disse Fred Jansen, diretor da missão Rosetta. A cápsula de pouso, chamada Philae, deve ser lançada na quarta-feira pela manhã (horário local) para descer à superfície do cometa, em uma manobra que deve durar sete horas. Durante esse tempo, a Philae enviará de volta informações sobre a poeira e sobre os gases que encontrar à medida que se aproxima do cometa.

Tecnologia

Repleto de instrumentos de observação, o Philae carece de um sistema de deslocamento autônomo, tem tamanho similar ao de uma geladeira e pesa uns 100 quilos. A superfície do cometa é coberta de poeira, sua temperatura é de 70º C negativos e nada garante que não ocorram imprevistos. Desconhece-se o que o robô vai encontrar exatamente e se a superfície do cometa será macia como as cinzas ou dura como a rocha ou o gelo.

O local na superfície do corpo celeste escolhido para pousar o módulo foi denominado Agilkia, um nome que faz alusão ao Egito antigo, assim como Philae, que remete à ilha do Nilo onde foram encontrados os hieróglifos que permitiram decifrar a pedra Rosetta. Trata-se de uma zona não isenta de armadilhas, com centenas de rochas de 50 cm a 50 metros de diâmetro e declives superiores a 30º, razão pela qual o módulo tem 18% de probabilidades de acabar caindo em um local impróprio.

Os instrumentos de observação de Philae começarão a operar durante a descida e o robô enviará imagens da missão antes mesmo de pousar. À distância, a sonda Rosetta vigiará o comportamento de seu módulo de exploração e terá a capacidade de corrigir sutilmente a posição de queda. Para não quicar na superfície do cometa, Philae foi equipado com um sistema de arpões nas pernas, destinado a garantir seu amarre imediato. Mas nada garante que não acabe se afundando em uma superfície que se revele mole demais.

O tempo, o ângulo e a velocidade da cápsula são cruciais porque, quando estiver a caminho, não há nada que os cientistas possam fazer para mudar a trajetória. Isso soma-se aos riscos de um pouso seguro, considerando que a superfície do cometa não é suave para uma aterrissagem, cheio de crateras, penhascos e entulhos do tamanho de casas. “Temos que ter um pouco de sorte”, disse o diretor de voo, Andrea Accomazzo.

Veja o vídeo: The European Space Agency’s Rosetta spacecraft is about to attempt something “ridiculously difficult” – landing a probe on the surface of a speeding comet.

Notícia enviada por Rodrigo de Oliveira via Facebook.

Fonte:  Jornal da Mata

Leia mais no site http://sci.esa.int/rosetta/31445-instruments/

Shatner e Orci: mais conversas

Shatner revela futuro encontro com Orci sobre filme

 .

shatOs rumores a respeito de uma participação de William Shatner no novo filme Star Trek tem causado ainda muita discussão entre os fãs, apesar do próprio Shatner ter se mantido em silêncio sobre o assunto. Pelo menos, até hoje. Em recente entrevista, Bill revelou ter tido um encontro inicial com o diretor Roberto Orci para falar sobre o novo filme.

Segundo o site Seattlepi, Shatner revelou que estará se encontrando em breve com Roberto Orci para discutir sobre sua participação no filme. “Eu tive uma conversa com ele outro dia”, disse Shatner,”Então, foi uma conversa – simplesmente uma conversa – sobre o próximo filme”.

Alguns dias atrás, Shatner revelou que J. J.Abrams havia ligado para ele dizendo que Orci tinha uma ideia de como colocá-lo no próximo filme. Ainda segundo o site, Shatner disse que faria o filme se for um papel significativo”, “um papel que tenha algo a ver com a virada da trama”.

Apesar disso, Bill aparentou mostrar desconhecimento quanto a tal ideia de como trazê-lo de volta – 20 anos depois que seu personagem foi morto em Star Trek: Generations, “Isso foi há muito tempo. Como eles vão me trazer de volta fisicamente? Eu não sei”, diz ele.

Atualmente, ele protagoniza e produz uma série em seu site pessoal chamado “Projeto Shatner”, que estréia na Rede DIY na quinta-feira. A série de seis episódios segue Shatner e sua esposa, Elizabeth, nos bastidores de sua vida particular.

Bill diz que permitir câmeras em sua casa foi uma experiência “terrível”, mas ele ficou feliz com o resultado.

Shatner também está projetando uma motocicleta, uma linha de roupas, um novo tipo de história em quadrinhos. Além de continuar seus anúncios no Priceline, e na criação dos webisode “Brown Bag Wine Tasting”.

Perguntado sobre a aposentadoria, ele diz: “O que se aposentar significa? Isso significa que você quer dar um passo atrás do que você está fazendo e fazer outra coisa que seja mais interessante”. Com um sorriso, Shatner acrescenta: “Eu estou no meio de uma fantasia febril, tão fértil que ninguém desejaria fazer o que estou fazendo”.

 

Fonte: TB

Ex-produtor Rick Berman fala sobre novo filme

Berman espera mais do novo filme Star Trek

 .

bermanO ex-produtor Rick Berman, que chegou a twittar recentemente, defendendo-se das críticas de Marina Sirtis à respeito da negação de Roddenberry quanto a criação da série Deep Space Nine, voltou a falar sobre Jornada, pelas redes sociais. Ele mostrou ter esperanças de que o próximo longa-metragem, dirigido por Roberto Orci, seja o que todos os fãs esperam. 

Rick Berman, recentemente, twittou sobre sua excitação crescente quanto a nova trilogia de Star Wars, co-escrito por Lawrence Kasdan (co- escritor de O Império Contra-Ataca, Os Caçadores da Arca Perdida e O Retorno de Jedi ) e como isso pode ofuscar a sua emoção para o novo filme de Star Trek em 2016. Ele acrescentou que torce que o novo filme esteja um pouco mais próximo para o que todos esperam que ele seja.

Em outro post, Berman mostra a foto de uma maquete do cine Argo anunciando Star Trek: First Contact, que estreou nos EUA em novembro de 1996.

foto STFC

Fontes: TrekMovie – TB

‘A Nova Geração’ e novo Star Trek

Elenco de A Nova Geração fala sobre novo filme

 .

STNG comicNeste fim de semana foi realizada a New York Comic Con, tendo a turma de A Nova Geração reunida como parte das festividades. O site TrekMovie publicou alguns destaques do evento, incluindo a opinião do grupo sobre querer ou não ter participação especial para o filme Star Trek de 2016 e uma discussão sobre Jornada pré e pós-morte do criador Gene Roddenberry. Conheça os detalhes a seguir.

LeVar Burton, Denise Crosby, Michael Dorn, Gates McFadden, Marina Sirtis, Brent Spiner, Patrick Stewart, junto com John de Lancie (ausentes Wil Wheaton e Jonathan Frakes), participaram de um evento reunindo membros do elenco de A Nova Geração no Hammerstein Ballroom. William Shatner ficou como intermediador diante de uma platéia de frequentadores do New York Comic Con.

Das perguntas vindas da platéia, a mais interessante foi quando indagaram aos atores se eles estavam interessados ​​em fazer uma participação especial no próximo filme Star Trek, especificamente, desempenhando um papel diferente do seu personagem original. Vários membros do elenco expressaram ceticismo em relação à ideia, com exceção de Marina Sirtis e num grau mais bem-humorado, Brent Spiner e Denise Crosby. Aqui está um resumo de suas reações:

Levar Burton: “interpretando um personagem que não fosse Geordi LaForge? … Isso seria um não”.

Brent Spiner ( brincou): “Eu certamente seria honrado de estar no terceiro filme Star Trek, fazendo todos os personagens e todas as suas famílias.

Gates McFadden: “Eu vou ter que passar adiante sobre isso.”

Patrick Stewart: “Eu acho que soaria como um tipo de aquisição ‘simpática’ ter qualquer um de nós no filme Star Trek … Eu só acho que seria um pouco estranho … Para mim, Levar disse em uma palavra,não“.

Michael Dorn: “Não … Eu concordo com Patrick. Em um certo momento isso chega a ser um pouco demais”.

Marina Sirtis: “Sim! E eu seria a enfermeira Chapel”.

John DeLancie: “Seria colocar uma mentira para a noção de que eu sou imortal, eu tenho receio. É alguém mais para uma festa de jantar e se eles vão me convidar, eu vou pensar sobre isso depois, mas eu não nunca pensei sobre isso”.

Denise Crosby: “Eu provavelmente queria fazer a amante de Karl Urban – Me desculpe, mãe, eu sinto muito!”.

Outra pergunta foi se concordavam que a série tinha se afastado da visão esperançosa de Gene Roddenberry sobre o futuro da humanidade, após a sua morte em 1991.

Inicialmente, nenhum dos membros do elenco parecia ansioso para expressar um comentário. Em seguida, Stewart falou.

“Isso é estranho. Você está certo, as coisas mudaram e eles alteraram após Gene Roddenberry ter morrido, porque Gene foi muito específico sobre certas coisas que ele não queria que fossem temas da série. Por exemplo, a política. Eu absolutamente entendo porque deveria ser assim. Estávamos num série de ficção científica. Rick Berman, que assumiu o cargo de Gene como produtor executivo, estava mais interessado nestas coisas, como todos nós estávamos. E por isso nos permitiu lidar com questões atuais, problemas da sociedade de modo que nos interessavam e que poderíamos colocar o nosso próprio eu por trás de uma maneira forte.

Com todo o respeito ao Gene, que todos nós amamos e adoramos – não estaríamos aqui sem ele. Mas acho que a série se tornou, talvez, mais interessante”.

O sentimento do grupo era de que as histórias haviam melhorado através da orientação de Rick Berman para explorar as dinâmicas interpessoais entre a tripulação. Durante essa discussão, Marina Sirtis lembrou que Gene Roddenberry “odiava” o conceito da próxima série Deep Space Nine e expressou abertamente sua oposição antes de sua morte, assim, a declaração de Sirtis entrou em conflito com o que os produtores da série disseram sobre Roddenberry ter dado lhes a sua bênção.

Em resposta a uma pergunta sobre a nacionalidade de Picard, Sirtis lembrou que os produtores queriam que ela encontrasse um sotaque adequado às suas origens “betazóides”. “Desculpe-me”, disse ela aos produtores, “por que diabos eu estou fazendo um sotaque? [Picard] é suposto ser francês”.

Stewart revelou que havia alguma indecisão sobre o passado de seu personagem.

“Em algum lugar nos cofres da Paramount deve haver um pedaço de filme ou vídeo, onde eu apareço na leitura de uma cena com um sotaque francês. Eles não tinham certeza se ele deveria ser francês ou americano ou inglês”

Ele então começou a dar um gostinho do que leu na série, que soou um pouco como o Inspetor Clouseau, com um sotaque francês”

Fonte: TB

Michael Dorn fala sobre ‘Capitão Worf’

Dorn diz como anda sua série baseada em Worf

 .

dornNenhum ator tem mais tempo de tela em Jornada do que Michael Dorn, mas ele tem a esperança de que haverá ainda mais de Worf no futuro. Em maio de 2012, Michael Dorn anunciou que estava escrevendo um piloto para o que ele esperava se tornar uma nova série de TV de Jornada, centrada no Capitão Worf. Embora tenha gerado muita animação por parte dos fãs, parece que isso não trouxe qualquer atrativo para a CBS. No fim de semana, no Destination Star Trek, Dorn conversou com TrekMovie novamente para nos dar uma atualização sobre o projeto.

Em relação à proposta da série de TV ‘Capitão Worf’, há alguma atualização sobre isso? Houve algum progresso?

Michael Dorn: Nós temos um script. Temos idéia. Temos toda a estrutura. Mas estamos à espera que a Paramount venha a dizer sim ou não. Não em termos de fazê-lo, mas em termos de ter que atirar em algo. Porque se eles dizem “não, você não pode fazer isso”, não há necessidade de continuar … Então, estamos pedindo a eles, “podemos fazer isso? Podemos ganhar dinheiro? Podemos vendê-lo como um piloto?” E se eles dizem “não, esqueça”, então acabou.

Em termos de elenco, algumas idéia de quem você gostaria que estivesse nele?

Michael Dorn: Há algumas idéias, mas todos estão apenas conversando agora. Nós não queremos fazer muito escolha de elenco agora. Queremos trazer algumas das pessoas de A Nova Geração de volta. Definitivamente Marina [Sirtis], LeVar [Burton]. Temos uma idéia para Patrick [Stewart] no episódio piloto. Mas isso depende. Porque a coisa é uma série que pode ir por conta própria sem tentar trazer todo mundo de volta e então eu só quero fazer isso se significar alguma coisa para a história. Para os novos personagens que estão chegando que sejam com pessoas que são do tipo conhecido no mundo da ficção científica. Não para Jornada, mas do tipo conhecido.

Você quer dizer uma espécie de cruzamento?

Michael Dorn: Não, não é uma coisa de passagem, apenas atores que são conhecidos. Um monte de atores realmente bons. Há alguns favoritos que eu quero usar. Eu definitivamente quero usar Armin Shimerman. Provavelmente não como Quark, mas como outra pessoa, talvez.

É isso?

Michael Dorn: Isso é o tipo de onde ele está agora. Basicamente, se você tem dinheiro suficiente e meios suficiente, você pode filmar o que quiser para o cinema. Mas você pode não ganhar dinheiro. Se você vendê-lo, ou tentar fazer dinheiro, a Paramount vai ficar muito zangada. Mas se você apenas fazê-lo por si mesmo, quem se importa? Então, nós estamos basicamente pedindo-lhes, “podemos fazer isso? Podemos ganhar dinheiro? Podemos vendê-lo como um piloto?” Se eles disserem “não”, então esqueça isso, acabou.

Você tem um prazo?

Michael Dorn: Em duas semanas, saberemos … nós saberemos.

Fonte: TB

Orci vai surpreender?

John Cho: “Orci vai surpreender as pessoas”

 .

choO ator John Cho, que interpreta Sulu na reimaginação de Jornada, participou de um “Ask Me Anything” (pergunte para mim) no Reddit, e durante a conversa ele falou um pouco sobre a terceira sequência de Star Trek, incluindo dar uma atualização sobre como ele já fez sua primeira tarefa de pré-produção para o próximo filme.  Aqui estão alguns destaques desse bate papo.

Você sabe alguma coisa sobre Star Trek 3 e o que você acha de Bob Orci dirigindo?

JohnCho: Estou absolutamente confiante em Bob. Ninguém sabe melhor desses personagens do que Bob. E ninguém sabe o universo de Jornada melhor do que Bob. Eu acho que ele vai surpreender as pessoas. E eu não sei nada sobre Star Trek 3. Acho que eu estou nele. Eu só fui para um encaixe no traje.

Qual é a sensação de estar envolvido na franquia de Jornada?

JohnCho: É … eu diria que em primeiro lugar é um verdadeiro prazer trabalhar com JJ e que elenco particular, todos os envolvidos nessa produção, são praticamente top, eles estão entre os melhores no que fazem, por isso é um prazer dessa forma, mas ainda, é uma honra fazer parte de uma das melhores coisas que a cultura pop norte-americana já criou. É positivo, é esperançoso, e é uma verdadeira grande visão de que o mundo pode estar em paz. É uma honra fazer parte desta obra-prima da cultura americana.

Será que Simon Pegg vai trazer alguns cornettos ao cenário de Star Trek?

JohnCho: Não, mas eu vou pedir-lhe. Principalmente porque Simon Pegg traz boas vibrações.

Qual é a coisa mais legal que você levou para casa enquanto estava no set de um filme ou de uma série?

JohnCho: Eu não tenho um phaser. Eu tentei e eles tiraram da minha mão. Gosto de colecionar blueprints e depois moldá-los. Essas são as minhas lembranças. Blueprints dos cenários.

Você acha que pode dizer “oh, my” de forma convincente o suficiente?

JohnCho: Eu posso … Não, eu não posso dizer de forma convincente o suficiente. Apenas um homem pode. Acho George (Takei) fascinante. Primeiro de tudo, eu conheço o George e estarei familiarizado com ele por toda a minha vida. Também acho incrível que ele tenha sido um ator no passado e se tornado um ícone cultural americano. É muito louco. Mas as pessoas que nunca viram Jornada sabem quem George Takei é, e se você dizer “Oh, my” você saberá que é a cara de Jornada.

Lhe foram dadas todas as dicas sobre George Takei antes de fazer primeiro Star Trek?

JohnCho: Você sabe, ele era muito encorajador comigo, porque eu estava muito, muito nervoso, e ele tinha falado bem de mim para o J.J. E eu não sabia disso. E isso significava o mundo para mim já que ele aprovava minha escalação. Quando almoçamos juntos, eu pedi a ele para almoçar depois que eu conseguir o papel e antes de começarmos a filmar, e ele concordou – uma coisa que ele me lembrou era uma espécie de visão de Gene Roddenberry por um mundo de paz, e que seus objetivos eram via série, e foi bom para ser lembrado disso a partir do George.

Você era um trekkie quando criança? Será que você tem um modelo de Enterprise acima da sua cama?

JohnCho: Eu tive a Millennium Falcon. Eu realmente amei o que eles estavam fazendo, o que eles estavam dizendo em Jornada, e como uma criança asiática na América, era sempre muito animado ver Takei quando estava na ponte. Foi infalivelmente emocionante. Quando eles lançaram A Nova Geração, com Patrick Stewart, achei que a série foi legal e cavou o que estava tentando fazer

De seus colegas de elenco de Star Trek, quais tem sido os projetos que eles já trabalharam que acha seu favorito? 

JohnCho: Chris Pine no Bottle Shock (por causa de sua peruca), Zoe Saldana – Como sobre o Avatar? Gosto de ver Zoe em tantas dimensões quanto possível.
Zachary Quinto – Eu o vi em um jogo, Angels in America, e ele foi surpreendente. E isso muda – de vez em quando você vê alguém, e você se pergunta “o que você está fazendo com sua vida?” Esse foi um daqueles momentos. Benedict – Eu era um grande fã de Sherlock, e eu não tenho certeza se conheci alguém que lida com esse trabalho melhor do que o  Benedict. Ele apenas está entre as 100 coisas que ele faz bem, em uma dessas, ele é completamente mestre em frases. Eu penso nele muitas vezes, e Sherlock é um grande exemplo disso. Simon? Oh homem. Simon … sobre o assunto de levar as coisas a partir de amigos: a grande coisa de Simon, o que eu amo sobre Simon, é a sua exuberância e alma, que é realmente visível. É sempre visível. Você não pode ajudar, mas – é como se você tem uma máquina de raio-X que pode ver a alegria. E o seu é sempre visível.

Fonte: Trek Movie – TB

A Melatonina

Melatonina: não apenas um hormônio indutor do sono

  7 de novembro de 2011
.
Sobre Melatonina
 .
A melatonina é um hormônio produzido pela glândula pineal, cuja secreção está diretamente relacionada ao ciclo claro-escuro. É um composto orgânico, de coloração amarelo-claro, altamente lipossolúvel e é transportada no plasma, principalmente ligada a proteínas, em especial, à albumina, sendo derivada da serotonina, a qual, por sua vez, tem como precursor o aminoácido triptofano.
A melatonina não é apenas uma substância indutora do sono, mas é também um poderoso antioxidante que protege as células de radicais livres que quando em excesso, aceleram o envelhecimento e estimular o aparecimento de catarata e doenças como Alzheimer e de Parkinson.
Além de antioxidante, a melatonina age na regulação do estado sono/vigília, do ritmo de vários processos fisiológicos, participando do controle do relógio biológico, influenciando o ritmo de vários outros processos fisiológicos durante a noite: por exemplo, a digestão torna-se mais lenta, a temperatura corporal cai, o ritmo cardíaco e a pressão sanguínea diminuem e o sistema imunológico é estimulado. A maior concentração de melatonina ocorre durante a infância, caindo rapidamente antes do início da puberdade e sofrendo nova queda acentuada conforme transcorre o envelhecimento.
Assim como acontece com a serotonina, a melatonina também é produzida a partir de um aminoácido triptofano. O declínio da produção de melatonina pode ter várias causas, entre elas: desnutrição, interação de drogas e medicamentos, stress e o envelhecimento. Com o envelhecimento a glândula pineal funciona de forma menos eficiente e há uma queda na produção da melatonina. Isso acaba fazendo com que alguns pacientes idosos reclamem da qualidade do sono ou de insônia. A produção de melatonina pela glândula pineal é inibida pela luz e permitido pela escuridão.
 .
Luz e sono
 .
Esses dois fatores influenciam da imunidade. A artificial, principalmente a fluorescente, é muito prejudicial. Sua tremulação cansa os olhos e pode causar dor de cabeça. A exposição a qualquer tipo de luz artificial causa distúrbio na região pineal, que controla todo o processo rítmico do corpo, juntamente com a glândula pituitária. Essa ultima controla o ciclo do sono e despertar e o processo cíclico de todos os órgãos do corpo.
Quando ficamos expostos à luz artificial, as funções pineais são desequilibradas. A melatonina é produzida pela glândula pineal, no escuro, ou seja, na ausência de luz. Quando não havia luz artificial, o ser humano ia se deitar quando escurecia e acordava ao amanhecer. Havia velas e lamparinas, mas não ofereciam luz de boa qualidade. Dormíamos, em média, duas horas a mais por noite há 200 anos.
O sono durante a noite é muito importante, especialmente entre as 3 e 5 horas da manhã, período em que o hormônio melatonina é produzido com mais intensidade. Sob a influência da melatonina, outro hormônio é produzido pela pituitária: o do crescimento, responsável pelo crescimento das crianças e jovens e em adultos estimula as funções imunológicas. Além disso, levo o sistema imunológico a se recuperar e curar quando sobrecarregado.
Se não dormimos profundamente ou em ambientes que não estejam completamente escuros, inibimos a liberação de melatonina no corpo. Não deve haver sequer a luz da rua entrando pela janela, ou rádio-relógio iluminando o quarto. A escuridão deve ser completa.
 .
Alimentação e Melatonina
 .
• As concentrações de melatonina variam amplamente nos alimentos e não há uma dieta, comprovada cientificamente específica para influenciar o sono ou o aumento de melatonina. A melatonina é encontrada na maioria das fontes da planta, mas em quantidades tão pequenas que é medido em nanogramas.
• Conforme cientistas da University of Texas Health Science Center: sementes de girassol contém 29 ng de melatonina por grama, aipo contém 7 ng de melatonina por grama. Amêndoas 39 ng / g, sementes de girassol tem 29 ng / g, cerejas contêm 15 sementes ng / g e linho tem 12 ng / g. Aveia também são uma boa escolha, mas têm apenas 1,8 ng / g. Outros alimentos incluídos na lista são arroz, sementes de papoula, tomate e banana, que fornecem 0,5 ng a 1 ng para cada grama de alimento. A melatonina tem sido relatado também em vinho e cerveja.
• Nenhum alimento foi encontrado para elevar os níveis de melatonina no plasma em humanos.
• A melatonina tem sido identificada em muitas plantas. Ocorre em pequenas quantidades em alguns alimentos, o papel fisiológico da melatonina em plantas envolve a regulação da sua resposta à defesa contra a ambientes hostis, e a função antioxidante. Enquanto nenhum alimento foi encontrado para elevar os níveis de melatonina no plasma em humanos.
• CEREJAS: Cerejas contêm melatonina, entretanto, as quantidades variam conforme as variedades do fruto, conforme pesquisa publicada no Journal of Agricultural and Food Chemistry em 2001.
• AVEIA: Além de fonte de vitaminas, minerais e fibras, também contêm pequenas quantidades de melatonina. Creme ou mingau de aveia com leite e mel no lanche ou ceia é uma opção saudável.
• NOZES: Nozes são também uma fonte natural de melatonina na dieta. Nozes contêm 3,5 ng por grama de melatonina, segundo pesquisa de cientistas da Universidade do Texas Health Science Center, publicado em 2005.
• ARROZ E CEVADA: O arroz é outra das melhores fontes alimentares de melatonina, de acordo com a Iowa State University. Não só de arroz contêm melatonina, mas também contém triptofano. Cevada também contém melatonina, mas um estudo publicado no Journal of Food and Agricultural Chemistry (2008), observa que a quantidade de melatonina na cevada é afetada pela idade da planta, bem como a quantidade de luz que as plantas estão expostas.
• BANANA: A banana é um lanche saudável para comer pouco antes de dormir, já que a banana contém uma pequena quantidade de melatonina, também contêm magnésio, que é um relaxante muscular. Uma boa opção é comer uma banana ou uma fatia em uma tigela de cereal integral ou incluí-la em uma porção de salada de frutas.
• AMÊNDOAS: Um punhado de amêndoas é uma maneira para obter proteínas e fibras na dieta, mas também fornecem alguma melatonina. Amêndoas podem ser adicionadas a uma variedade de alimentos, seja cereais, iogurtes.
• LÁCTEOS: Láteos contêm triptofano e cálcio, o cálcio é usado para converter triptofano em melatonina. Um copo de leite morno antes de dormir é uma boa opção.
.
Triptofano
.
O aminoácido triptofano é convertido em serotonina, e à noite, a glândula pineal converte a serotonina em melatonina. Alimentos que contêm uma quantidade elevada de triptofano pode ajudar a aumentar os níveis de melatonina. Os mais altos níveis de triptofano são encontrados em lácteos, soja, frutos do mar, carnes, aves, amendoim e ovos. Comer carboidratos, juntamente com o triptofano aumentam a produção de melatonina.
 .
Vitamina B5
 .
Vitamina B5, ou ácido pantotênico, faz parte de uma coenzima que é essencial para a síntese de melatonina, de acordo com o Instituto Linus Pauling. Algumas das melhores fontes alimentares de vitamina B5 são as mesmas que as de triptofano, como leite, iogurte, ovos e peixes, especialmente o atum. Outras fontes incluem brócolis, batata-doce, cogumelos e lentilhas.
 .
Fontes:
Sobre Luz e sono. PEET, Margaret Smith. ZIMMERMAN, Shoshana. Se o meu médico diz que estou bem… por que me sinto tão mal? São Paulo: Butterfly Editora, 2007.Foods with melatonin. Live strong.
Maganhin, Carla C. et al. Melatonin effects on the female genital system: a brief review. Rev. Assoc. Med. Bras. vol.54 no.3 São Paulo May/June 2008.
Melatonin (Wikipedia).
Paredes, Sergio D. et al. Phytomelatonin: a review. Journal of Experimental Botany. Vol 60, Nº 1, pp. 57-69, 2009.
 .
 .
Fonte: Alimentesecomsabedoria.blogspot.com.br

Diretor de Nemesis é xingado

Marina Sirtis chama diretor de Nemesis de “idiota”

 .

destination STCom a maior parte do elenco de A Nova Geração em Londres no Destination Star Trek, neste fim de semana, a conversa inevitavelmente se voltou para o último filme da série em 2002, Star Trek: NemesisAlgumas coisas interessantes foram ditas por Michael Dorn, Marina Sirtis, Denise Crosby e até Jeri Ryan.

Muito tem sido dito sobre o filme de 2002 Star Trek: Nemesis , que acabou por ser ao mesmo tempo uma decepção crítica e financeira, e verifica-se que no Destination Star Trek em Londres foi uma oportunidade para ainda mais a ser comentado sobre essa produção. Durante uma reunião do elenco de A Nova Geração (moderado por William Shatner), no sábado, foi perguntado ao grupo “como se sentiu” ao filmar Star Trek: Nemesis como “o fim de uma era”. Michael Dorn respondeu:

“Sabíamos que era o fim, mas não era um ‘Oh meu Deus’, foi uma filmagem difícil e houve um monte de coisas diferentes que aconteceram …”

Não satisfeita com esta resposta, Marina Sirtis (aparecendo um pouco frustrada) interrompeu.

“Ah, vamos, diga! O diretor era um idiota!”

O comentário foi recebido por aplausos e Shatner perguntou: “Quem era o diretor?” e Sirtis respondeu com o gracejo “Stuart Baird … filho da puta!” Depois da revolta de Sirtis, Dorn voltou para sua resposta e observou que não foi um grande negócio para ele, porque ele tinha estado através de um ‘final’ por duas vezes antes (com “All Good Things” e “What You Leave Behind”).

Mais tarde, durante o mesmo bate-papo, Denise Crosby falou sobre o desenvolvimento de sua personagem meia-romulana Sela, quando o assunto deNemesis veio à tona novamente. Crosby disse à multidão:

Eu conversei com os produtores de Nemesis , quando descobri que eles estavam fazendo uma história sobre romulanos … e eu sugeri que devessem tentar visitar esse personagem [Sela] … Eu não posso te dizer o que disse, mas eles não fizeram isso.

Durante sua palestra domingo no Destination Star Trek, a atriz da série Voyager, Jeri Ryan, foi questionada sobre a possibilidade de um filme de Voyager. Respondendo à pergunta, Jeri disse “que a nave provavelmente já navegou”, mas ao falar sobre Star Trek: Nemesis, que foi filmado apenas metade de um ano após Voyager sair do ar, Jeri lembrou uma certa conversa por telefone sobre o filme:

Veio o convite e eles disseram “vamos colocar Jeri Ryan no filme”, por mim, tudo bem … mas de que forma é que vocês vão colocar Jeri Ryan no filme? “Bem, nós estamos substituindo um dos personagens por Sete”… o que não fez nenhum sentido.

Ryan então passou a falar de um medo de ser estereotipada, e tendo apenas um trabalho acabado que foi em Voyager (tendo apenas começado em Boston Public ), ela acabou recusando a oferta do papel no filme. Ryan continuou dizendo aos fãs que depois disso, lhe foi perguntado: “você gostaria de ser uma convidada no casamento?” Mais uma vez, Jeri resumiu o sentimento geral na sala, gritando no microfone: “Não, eu não conheço essas pessoas, eu não quero ir para o seu casamento!”

Jeri Ryan não revelou quem seria o personagem a ser substituído.

Segundo se comenta, a breve participação de Kate Mulgrew, como a Almirante Janeway, foi escrita após a recusa de Ryan. Então, quando Ryan diz que o plano era ter Seven “substituindo” um dos personagens em Nemesis, a primeira coisa que vem a mente é que ela estava falando sobre a substituição de um dos principais da série A Nova Geração e não a ponta de Mulgrew. Isso pode não ter sido o que ela queria dizer, mas seu último comentário é mais uma evidência de que o papel que tinham em mente para Ryan seria mais substancial do que uma simples participação.

Fonte: Trek Movie – TB

Hawking fala sobre o bóson de Higgs e o fim do Universo

O que Hawking realmente disse sobre o bóson de Higgs e o fim do Universo?

Don Lincoln – Fermi National Accelerator Laboratory – 26/09/2014

.

O que Hawking disse sobre o bóson de Higgs e o fim do Universo

As palavras de Stephen Hawking foram tiradas de um livro de física sem que os termos fossem adequadamente traduzidos – o resultado foram manchetes excessivamente sensacionalistas. [Imagem: Maximilien Brice/Claudia Marcelloni/CERN]

.

Distorção

Se você é um entusiasta da ciência, provavelmente leu nos últimos dias manchetes alegando que o físico Stephen Hawking acredita que o bóson de Higgscausará o fim do Universo.

Esta é uma deturpação da ciência de cair o queixo. O Universo é seguro e será por um tempo muito longo – por trilhões de anos.

Para entender como as palavras de Hawking foram abominavelmente distorcidas, primeiro precisamos entender a sua declaração.

Parafraseando um pouco, Hawking disse que, em um mundo no qual o bóson de Higgs e uma outra partícula fundamental – o quark top – têm as massas atribuídas às duas pelas medições feitas até agora, este universo está em um estado metaestável.

Como não há motivos para preocupações com o fim do Universo causado pelas características dele próprio, outros físicos preocupam-se em descobrir como o tempo e o espaço surgiram. [Imagem: Faculty of Physics/University of Warsaw]

.

O que é metaestável

Basicamente, metaestável é “mais ou menos estável”. Então, o que isso significa?

Vamos considerar um exemplo. Pegue um taco de sinuca e coloque-o sobre a mesa de bilhar. O taco está estável, ele não vai a lugar nenhum. Pegue agora o mesmo taco e equilibre-o em seu dedo. Ele agora está instável – em quase todas as circunstâncias, o taco irá cair.

A analogia para um objeto metaestável é uma banqueta. Sob quase todas as circunstâncias, o banco vai ficar lá por toda a eternidade. Entretanto, se você empurrá-lo forte o suficiente, ele vai cair. Quando a banqueta cai, ela fica mais estável do que estava, assim como o taco de sinuca em cima da mesa ou no chão.

Agora precisamos nos voltar para o Universo e as leis que o regem. Aqui há um importante princípio orientador: o Universo é um gigante preguiçoso, uma batata de sofá cósmica. Se for possível, o Universo vai descobrir uma maneira de mover-se para o estado mais baixo de energia que puder.

Uma analogia simples é uma bola colocada na encosta de uma montanha. Ela irá rolar pela encosta da montanha e ir descansar no fundo do vale, ficando então em uma configuração estável. O Universo funciona da mesma forma. Depois que o cosmos foi criado, os campos que compõem o Universo deveriam ter-se dispostos no menor estado de energia possível.

Mas há uma ressalva.

O que Hawking disse sobre o bóson de Higgs e o fim do Universo

O VLHC, sucessor do LHC, poderá trazer muito mais informações para esta discussão, eventualmente alterando toda ela. [Imagem: CERN]

Estabilidades temporárias

Lembrando da analogia da montanha, é possível que possa haver pequenos “vales” na encosta de energia que o Universo desceu desde sua criação. Conforme o Universo esfriou, ele pode ter sido pego em um desses pequenos vales. Em termos ideais, o Universo gostaria de cair para um vale mais abaixo, mas pode estar preso.

Este é um exemplo de um estado metaestável. Enquanto o pequeno vale for profundo o suficiente, é difícil sair dele. De fato, usando a física clássica, é impossível sair dele.

Entretanto, não vivemos em um mundo clássico. Em nosso Universo, devemos levar em consideração a natureza da mecânica quântica. Há muitas maneiras de descrever o mundo quântico, mas uma das propriedades mais relevantes aqui é que “raramente as coisas acontecem.” Em essência, se o Universo estiver preso em um pequeno vale de metaestabilidade, ele poderia eventualmente tunelar do vale e cair para o vale mais abaixo (Compare isto com você tunelar pela parede – só que estamos falando do Universo inteiro).

Então, quais seriam as consequências de o Universo deslizar de um vale para outro?

Fim instantâneo

Bem, as regras do Universo são regidas pelo vale no qual ele se encontra. No vale metaestável que define nosso Universo familiar, temos as regras da física e da química que permitem que a matéria se estruture em átomos e, eventualmente, em nós.

Se o Universo deslizar para um vale diferente, as regras que regem a matéria e a energia seriam diferentes. Isto significa, entre outras coisas, que partículas como quarks e léptons poderiam ser impossíveis. As forças conhecidas que regem a interação entre essas partículas poderiam não se aplicar. Em suma, não há nenhuma razão para pensar que sequer existiríamos.

Será que haveria algum aviso se esta transição ocorresse?

Na verdade, não teríamos nenhum aviso. Se, em algum lugar no cosmos, o Universo fizesse uma transição de um vale metaestável para um vale mais profundo, as leis da física mudariam na velocidade da luz. À medida que a onda de choque passasse pelo Sistema Solar, nós simplesmente desapareceríamos conforme as leis que regem a matéria que nos forma deixassem de existir. Em um segundo estaríamos aqui, e no próximo não estaríamos mais.

O que Hawking disse sobre o bóson de Higgs e o fim do Universo

Depois de ler tudo isto, é necessário também considerar que o Modelo Padrão é apenas uma explicação sobre o Universo – por exemplo, será que vivemos em um Universo Holográfico? [Imagem: Fermilab]

O que o bóson de Higgs tem a ver com isso?

Voltando à pergunta inicial, o que o bóson de Higgs nos diz sobre isso? Acontece que podemos usar o Modelo Padrão da física para nos dizer se estamos em um Universo estável, instável ou metaestável.

Sabemos que não vivemos em um universo instável porque estamos aqui, mas as outras duas opções estão abertas. Então, qual é a resposta? Ela depende de dois parâmetros: a massa do quark top e a massa do bóson de Higgs.

Se seguirmos a nossa compreensão do Modelo Padrão, combinada com as nossas melhores medições, parece que vivemos em um Universo metaestável que pode um dia desaparecer sem aviso.

.

Calma

Contudo, antes de sair fazendo alarde, preste atenção a algumas palavras de advertência. Usando o mesmo Modelo Padrão que usamos para descobrir se o cosmos é metaestável, podemos prever quanto tempo provavelmente levará para que a mecânica quântica deixe o Universo deslizar do vale metaestável para um vale estável: Vai levar trilhões de anos.

A humanidade tem existido apenas por cerca de 100.000 anos, e o Sol vai crescer em uma gigante vermelha e incinerar a Terra em cerca de 5 bilhões de anos. Já que estamos falando sobre o Universo existindo como um estado metaestável por trilhões de anos, talvez sair esta noite para se esbaldar e aproveitar o final de vida que lhe resta seja uma má ideia.

É importante notar que a descoberta do bóson de Higgs não teve nenhum efeito sobre se o Universo está em um estado metaestável ou não. Se vivemos em um mundo metaestável, isso sido assim desde que o Universo foi criado, independentemente do que saibamos dele ou não.

Voltando às versões da mídia, excessivamente sensacionalistas, você pode ver que havia um fundo de verdade e um barril cheio de histeria. Não há perigo, e está tudo bem se você quiser continuar observando com grande interesse as notícias sobre a medição cuidadosa do bóson de Higgs.

E, sim, você terá que ir trabalhar na segunda-feira.

 

Fonte: Inovacaotecnologica.com.br